31.12.13

2013... 14 :D

Em 2013, para mim, como em todos os anos, nos últimos 30 anos ...

Coisas se foram,
desapareceram ou foram levadas como pó pelo vento da mudança.
Coisas vieram do nada,
apareceram como trazidas pela brisa que lentamente muda tudo ao redor.

De tudo que se foi, talvez eu sinta falta apenas do meu "tchau" mal dado.
De tudo que chegou, talvez eu só me arrependa do "bem-vindo" mau dado.
Do nada, que não sinto falta, talvez seja essa mania de fazer drama com tudo.

2013 foi o ano das jogadas de mestre, dos "não mestres" que os levaram a lugar nenhum e não atrapalharam a rodada.
2013 contudo e sobretudo foi dos apanhadores de sorrisos, dos novos amigos que ganhei, dos antigos que conservei.
2013 pode até ser lembrado pela cidade/país para o qual mudei, mas serão por esses sorrisos que ganhei, que me lembrarei.

Bom, como foi bom 2013 e
Graças a Deus, 2013 é um daqueles anos que gostaria que durassem para sempre,
Para sempre, que por simples definição,
desde sempre,
não tem fim no tempo.
Tempo que não para ...
Seja bem-vindo 2014!
Postar um comentário