29.5.07

Dia 11

"I came, I saw, I conquered." (Julius Caesar)


Dizia-se ...
"Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência!
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade!
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio!
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente... Isto é um princípio da natureza!
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância!
Solidão é muito mais do que isto...
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma."


Dia 11/06 está chegando e junto com ele um ano repleto de muita luta e muitas alegrias, se Deus quiser. Percebemos que necessitamos de alguns minutos para percebermos a falta que nos faz e uma década para perceber que sempre estivemos sozinhos.
Esta postagem marca uma série de postagens com apelo abstrato em que as sementes serão plantadas para uma nova etapa ... já que percebo hoje mais que há dois meses atrás que as mãos que esperamos não vem a nosso encontro ... os pés que esperamos correm no sentido contrário ... o rosto a qualquer intenção vira-se e os lábios não pronunciam qualquer palavra de consideração.

Mas dia 11 está aí e com ele muitas alegrias. Certamente tenho muito mais a comemorar do que a reclamar. Aproveito para começar a agradecer a minha família por toda ajuda e por ser a mão que vem de encontro nos momentos que mais preciso ... e a Deus que não me desampara nenhum segundo e é o que me faz diariamente abrir um grande sorriso, certo de que tudo está dando certo ...
Dia 11 está chegando e com ele o desejo de muita paz ... muita força ...
Grande abraço a todos.
Até mais.

Postar um comentário