13.1.10

Paris – 2010 - Louvre

“O importante é não parar de questionar” (Albert Einstein)

DSC02384 

Na foto: Na frente do Louvre

Escrevi no blog já algumas postagens sobre museus e locais históricos.

A beleza destes lugares normalmente é ímpar e a experiência de poder usufruir deles é por demais enriquecedora.

DSC02387

Na foto: Louvre

Sem dúvida alguma o Louvre foi o lugar de Paris mais encantador que eu conheci. A arquitetura por si só já é incrível. Junta-se a isso um acervo impressionante de pinturas e esculturas.

DSC02618

Na foto: Entrada da sala 7 e a Monalisa

Assim dentre todos os museus que conheci, o Britânico era o meu predileto, eu defino o Louvre como o mais incrível lugar para a mais incrível coleção, jamais vista, de obras de arte.

DSC02612

Na foto: O mais perto que se pode chegar

De tudo que vi sem dúvida a Monalisa foi a visão mais arrebatadora que tive no Louvre. De longe na sala 7 você já nota um ambiente diferente e da porta você observa de longe o rosto pintado mais enigmático e fascinante que já vi.

DSC02619

Na foto: Obra de Rafael: La Vierge

Esse enigma que te intriga faz com que você pare e veja o quadro centenas de vezes e fique por lá durante alguns minutos, horas.

DSC02652

Na foto: Winged

E pensando nisso que hoje eu percebo que o que leva a novas descobertas, ao avanço é exatamente as pessoas intrigadas, que não sabem todas as respostas prontas e estão sempre corrigindo sua trajetória.

DSC02398

Na foto: Juliana

Comecei a pensar seriamente nisso hoje após assistir a uma palestra no Cavendish em Cambridge em que o tema principal é um tema muito discutido na Física e que grande parte das pessoas acham que entendem e por isto se dão por satisfeita.

DSC02653

Na foto: Um dos salões do Louvre (observe como o prédio por si só é lindissimo)

Nesta palestra justamente o apresentador se intriga com algumas definições, alguns fatos e isso permite ele avançar mais um pouco. Ele avança mais que os outros justamente por se intrigar, por jogar luz sempre ao que está pensando e reavaliar sempre. Os certos de si já estão no limite de seus pensamentos.

DSC02654

Na foto: Visão de uma das janelas

Olhando para pinturas de Da Vinci, Rafael e tantos outros gênios de nossa  cultura corroboro para nos intrigarmos sempre com as respostas, principalmente as prontas.

 DSC02662

Na foto: Cara feia

Vou finalizando esta postagem sobre o Louvre com uma indicação especial a este que é o mais ímpressionante museu que já vi pela localização, pela arquitetura, pela beleza, pelo acervo, pelo tamanho e pela Monalisa.

DSC02699

Na foto: Uma das entradas do Louvre

Apenas três dicas. A primeira é aproveitar que todo primeiro domingo do mês é grátis para entrar. Então acorde bem cedo e, segunda dica, chegue pela entrada do metrô visto que a fila é bem menor e você ainda tem a visão da piramide invertida no shopping.

DSC02374

Na foto: Pirâmide invertida

A terceira dica é não perder a chance de conhecer o subterrâneo do Louvre. Esta parte é um momento único de compreender como tudo foi construido e refletir sobre as várias frases escritas na parede.

DSC02707

Na foto: Subterrâneo do Louvre

A todos muito obrigado.

DSC02775

Na foto: Código de Hamurabi

Grande abraço.

Até mais.

Postar um comentário