18.1.08

Viajando por Campinas e região

"Não importa o caminho, você irá sofrer"

Esta é a primeira vez que tenho tempo para sentar e escrever alguma coisa de cunho pessoal desde que cheguei em Campinas.

Tirei alguns dias para desenvolver projetos pessoais engavetadas e que foram ficando, ficando, mas precisam ser colocados em prática o quanto mais rápido possível.

E numa dessas aventuras viajei com o Neemias pela região de Campinas. Conhecemos Cosmópolis, Engenheiro Coelho e muitas outras.

A frase que citei no início deste post foi feita por uma garota que acabou se tornando exemplo de vida para a gente. Com uma história de novela aquela menina, com a qual esperamos ter colaborado, ela continuava sorrindo e lutando para fazer uma faculdade. Tenho certeza que conseguirá.

Acho contudo que ela esqueceu apenas de completar a frase. "Não importa o caminho, você irá sofrer. Então escolha pelo que vale sofrer"

E esta a mensagem que passo neste primeiro post e que norteia sem dúvida. Se tiver que sofrer (se) sofra por projetos e pessoas que você julgue que valham a pena. Isto com certeza não será fácil, mas certamente você sofrerá menos.

E para finalizar uma poesia de um amigo Leonardo, doutorando da USP em Física, que pode ser conferida em seu blog.

Com os pés descalços (Leonardo)

Caminhar.
Sem correr,
sem parar.
Andar.
Por trilhas conhecidas,
por caminhos secretos,
por passagens ocultas.
Não só o mais fácil,
mas sem dar voltas desnecessárias.
Sobre o chão liso e fácil,
sobre a terra dura e quente,
sobre uma armadilha de espinhos.
Por onde for necessário.
Há quem planeje todo o caminho,
Há quem não saiba nem qual foi o último passo que deu.
Eu sei meu passado, mas só vislumbro o horizonte.
Há quem se preocupe com o passo dado,
Há quem se preocupe com um passo futuro.
Eu valorizo o solo sob meus pés.
Há quem use botas, e mantém o pé macio.
Há quem pule em prego, sente no chão e se lamente.
Mas não há bota que resista para sempre,
nem há tempo para lamentações.
Eu ando descalço pelos campos.
Sigo o vento.
E vejo o mundo.

Grande abraço a todo mundo.

Até mais.

 

Postar um comentário