31.3.07

O mundo que venci ...

"Você se movimenta em direção àquilo que pensa constantemente."

Na foto: Braulio e eu num amigo secreto de 2006.

Posto hoje um poema bacana. Muito reflexivo. Triste? Tão triste quanto a alegria da vida de cada um de nós ...

O mundo que venci deu-me um amor

O mundo que eu venci deu-me um amor,

Um troféu perigoso, este cavalo

Carregado de infantes couraçados.

O mundo que venci deu-me um amor

Alado galopando em céus irados,

Por cima de qualquer muro de credo.

Por cima de qualquer fosso de sexo.

O mundo que venci deu-me um amor

Amor feito de insulto e pranto e riso,

Amor que força as portas dos infernos,

Amor que galga o cume ao paraíso.

Amor que dorme e treme. Que desperta

E torna contra mim, e me devora

E me rumina em cantos de vitória...

Grande abraço a todos.

Até mais.


Postar um comentário